sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

O Evangelho - Grupo Logos


Eu sinto verdadeiro espanto no meu coração
Em constatar que o evangelho já mudou.
Quem ontem era servo agora acha-se Senhor
E diz a Deus como Ele tem que ser …
Mas o verdadeiro evangelho exalta a Deus
Ele é tão claro como a água que eu bebi
E não se negocia sua essência e poder
Se camuflado a excelência perderá!
O evangelho é que desvenda os nossos olhos
E desamarra todo nó que já se fez
Porém, ninguém será liberto, sem que clame
Arrependido aos pés de Cristo, o Rei dos reis.
O evangelho mostra o homem morto em seu pecar
Sem condições de levantar-se por si só …
A menos que, Jesus que é justo, o arranque de onde está
E o justifique, e o apresente ao Pai.
Mostra ainda a justiça de um Deus
Que é bem maior que qualquer força ou ficção
Que não seria injusto se me deixasse perecer
Mas soberano em graça me escolheu
É por isso que não posso me esquecer
Sendo seu servo, não Lhe digo o que fazer
Determinando ou marcando hora para acontecer
O que Sua vontade mostrará.
O evangelho é que desvenda os nossos olhos
E desamarra todo nó que já se fez
Porém, ninguém será liberto, sem que clame
Arrependido aos pés de Cristo, o Rei dos reis.
Porém, ninguém será liberto, sem que clame
Arrependido aos pés de Cristo, o Rei dos reis.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

O anônimo

Por Gutierres Siqueira

O anônimo é um personagem interessante da blogosfera cristã. Quem ousa contestar as ideias de algum dos seus ídolos logo receberá uma linda mensagem anônima.

Mas tenho algumas perguntas:

a) Por que todo anônimo escreve em CAIXA ALTA? Ora, caro anônimo, não precisa gritar para fazer apologia dos seus ídolos.
b) Por que todo anônimo assassina o português? Ora, caro anônimo, além de matar a exegese e a hermenêutica não é necessário acabar com a língua pátria.
c) Por que todo anônimo só conhece Mateus 7.1? Ora, caro anônimo, leia o texto com o seu contexto. Jesus condena o julgamento hipócrita, mas julgar (analisar) é um dever (I Jo 4.1).
d) Por que todo anônimo faz ameaças em nome de Deus? Ora, caro anônimo, Deus vai pesar a mão sim, mas sobre os falsos profetas e não sobre aqueles que despertam o seu povo.
e) Por que todo anônimo defende seu ídolo como se fosse Deus? Ora, caro anônimo, você está disposto a realmente apresentar uma apologia com mansidão, mas uma apologia da fé e não de homens?
f) Por que todo anônimo cita o salmo “não toqueis nos meus ungidos”? Ora, caro anônimo, ungido somos todos nós (I Jo 2.20). E tocar, no sentido original, era maltratar fisicamente.

Portanto, caro anônimo, vai ler a Bíblia em lugar de emporcalhar os blogs com comentários nonsense.

Leia Mais em: http://www.genizahvirtual.com/2011/04/o-anonimo.html#ixzz1JcbCoEEb
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike